Imagem: Divulgação

O Governo Beto Richa (PSDB) quer colocar à venda cerca de R$ 4 bilhões em ações da COPEL, a maior estatal paranaense e orgulho do povo do Paraná.

O “Valor” trouxe uma reportagem na última quinta-feira, 8, confirmando a intenção da estatal paranaense. Com a venda deste montante de ações, a participação do governo seria “diluída”. A palavra “diluída” neste caso é uma nova forma de escrever que parte da companhia será privatizada e que a participação pública ficará ainda menor.

De acordo com o Valor, a COPEL esperá até esta sexta-feira, 9, propostas de interessados em assessorá-la no processo.

O governo do estado do Paraná ainda não se pronunciou oficialmente sobre essa informação.

Batalha da Copel

Em 2001, o então governador Jaime Lerner, tentou sem sucesso privatizar a COPEL. A Batalha em torno da não privatização durou meses, e foi travada no parlamento, nos tribunais e nas ruas. Ao final a empresa pública não foi privatizada. À época até um plebiscito popular foi realizado e o resultado foi mais de 90% contra a venda.


Deixe um comentário