Campo Mourão Política Todos

Secretário da Fazenda fala sobre o Código Tributário de Campo Mourão

O Secretário da Fazenda e Administração de Campo Mourão, Carlos Alberto Lopes Pequito, reuniu nesta quinta-feira, 30, no Paço Municipal 10 de Outubro, profissionais da imprensa, para dar sua versão sobre  informações que foram levantadas nos últimos dias a respeito dos reajustes de taxas e impostos municipais, que deverão entrar em vigência com o novo Código Tributário Municipal.

O secretaria elaborou um material explicativo a respeito do mesmo, que será apresentado para a Câmara Municipal de Vereadores, visando sua aprovação. De acordo com o município, “algumas medidas são necessárias no ano de 2018 para a área financeira, como esta reforma do Código Tributário Municipal, da legislação previdenciária municipal e a redução do déficit nas fontes livres – R$ 6,7 milhões em 2017” diz nota da prefeitura.

O secretário também falou sobre o percentual de aumento do IPTU e afirmou que não chegará a 200%: “Para tranquilizar a população e os contribuintes, afirmo que o valor jamais chegará a esta porcentagem, nesta ordem que estão divulgando. É uma probabilidade que não existe, não é verdade. Os contribuintes, eventualmente, poderão até ter uma redução no seu imposto. Não é possível aplicar um aumento como este, a média de acréscimo deve chegar a 20%. Os imóveis de áreas mais novas, terão um aumento como este, certamente. Porém, alguns em locais mais antigos, que não passaram por reavaliação de valor venal, poderão sofrer um aumento maior. Tem moradores que moram em bairros semelhantes e pagam um valor bem diferente do IPTU. Se for aprovado o código pela Câmara Municipal de Vereadores, teremos três meses para praticar esta equalização a valores”, ressalta.

Luiz Alfredo 

O vereador Luiz Alfredo, que havia publicado em seu Facebook o percentual de aumento, disse em entrevista ao Jornal 100 da Musical FM que a prefeitura mente em relação ao Código e mantém a postura em suas publicações em rede sociais.


Deixe um comentário