Campo Mourão Saúde Todos

Vírus da gripe H1N1 já circula na região e campanha de vacinação é prorrogada

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe foi prorrogada até o dia 15 de junho em todo o país. A decisão foi adotada em decorrência dos possíveis impactos da paralisação dos caminhoneiros no transporte público e nos atendimentos em serviços de saúde. Em Campo Mourão o índice de cobertura é considerado baixo pela Secretaria Municipal de Saúde. Crianças menores de cinco anos, gestantes e mulheres com bebês de até 45 dias são os grupos que menos tem procurado a vacina.

A preocupação aumentou porque a 11ª Regional de Saúde já registrou um caso do vírus H1N1 em uma gestante de Juranda que não tomou a vacina e está hospitalizada em Campo Mourão. “Significa que o vírus está circulando”, lembra a chefe de Epidemiologia da Regional de Saúde, Ariadne Pepino. Também foram registrados dois casos do vírus H3, em um paciente de Araruna e outro de Campo Mourão. “Esses pacientes não tiveram complicações”, acrescenta.

Após o fim da campanha, caso haja disponibilidade de vacinas nos estados e municípios, a vacinação poderá ser ampliada para crianças de cinco a nove anos de idade e adultos de 50 a 59 anos. O Ministério da Saúde reforça a importância dos estados e municípios continuarem a vacinar os grupos prioritários, em especial, crianças, gestantes, idosos e pessoas com comorbidades, público com maior risco de complicações para a doença.

A vacina é oferecida em todas as Unidades Básicas de Saúde e o objetivo é reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza (gripe). A meta do município é imunizar 27.100 pessoas, que representa  90% do público-alvo da campanha.


Deixe um comentário