Cultura Todos

Vocalista do The Cranberries sofreu com abuso sexual e transtorno bipolar

Dolores O’Riordan em participação no filme Click, em 2006.

A morte prematura da cantora Dolores O’Riordan, de 46 anos, em um hotel em Londres, deixou desolados fãs do mundo todo.

A causa da morte ainda não foi divulgada, embora a Polícia local não esteja trabalhando com a hipótese de morte suspeita. A família pediu descrição neste momento de dor em que está passando. A cantora, vocalista do The Cranberries, deixou três filhos.

Abuso Sexual

Ao longo da carreira, O’Riordan falou algumas vezes sobre o fato de ter sofrido abuso sexual. De acordo com a cantora, os abusos foram ocorridos quando ela tinha entre 8 e 12 anos, por uma pessoa amiga da família.

O fato foi gerando uma série de outros problemas como a anorexia. Em seguida as crises nervosas o abuso de álcool e os pensamentos suicidas.

Em entrevista a LIFE, a cantora irlandesa, que já chegou a ser a mulher mais rica de seu país, contou que tentou o suicídio por overdose. À época, a cantora se apoiou nos três filhos e no então marido, que era empresário da banda Duran Duran. Ela se separou em 2014, após 20 anos de casamento.

Transtorno Bipolar

Em 2015, a cantora foi diagnosticada com transtorno bipolar. De acordo com a cantora em uma entrevista, ela podia viver dois extremos. Ficar agitada e até mesmo ter surtos violentos, ou ainda entrar em uma profunda depressão.

Além disso, O’Riordian sofria com problemas na coluna, o que fez, inclusive, a banda cancelar alguns shows na Europa.

Aparição no Cinema

Com hits que embalaram toda uma geração, Dolores fez algumas aparições em filmes. O último foi em 2006, quando participou do longa “Click” protagonizado por Adam Sandler. Um dos maiores sucesso dos Cranberries, “Linger” foi tema do casal principal do longa e O’Riordan fez uma aparição cantando a canção.

Relembre a participação da cantora no filme:


Deixe um comentário