Juventude Política Todos

Youtuber pago pelo governo Temer para defender a reforma do Ensino Médio da show de preconceito no twitter

Twitts preconceituosos

O Youtuber Lukas Marques, contrato pelo governo Temer (PMDB) para defender a reforma do Ensino Médio, teve vários posts de seu twitter recuperados por usuários da rede social. Neles, Marques dá show de preconceito e racismo.

Em um de seus posts, o youtuber pago com dinheiro público para defender a reforma de Temer, afirmou o seguinte: “Só uma dúvida aqui, racista é quem vende ração?” Em outro post ele afirmou o seguinte:lukas-racista

Após a repercussão negativa, Lukas Marques se desculpou em seu perfil no twitter dizendo que não tinha intenção de ofender ninguém.

Para tentar alcançar os jovens e defender sua reforma do ensino médio que foi amplamente criticada e combatida pelo movimento estudantil, o MEC contratou alguns youtubers para fazer vídeos defendendo a mudança imposta pelo governo. Esses vídeos custaram ao erário público a bagatela de R$ 295 mil reais.

O MEC se pronunciou a respeito e afirmou que “As posições pessoais adotadas pelos youtubers são de foro privado e não refletem o pensamento do MEC e nem do Governo”.


Deixe um comentário