Campo Mourão Todos

Aberto credenciamento para a Feira da Economia Criativa

O município de Campo Mourão vai realizar, no próximo dia 19 de novembro, na Praça São José, a 1ª Feira da Economia Criativa. O evento é voltado a exposição de artesanato, artes plásticas, colecionadores, antiguidades, barracas de alimentação entre outros. O credenciamento aos interessados em participar foi aberto nesta segunda-feira (06) e vai até  a próxima sexta-feira (10), na Casa do Empreendedor.

O interessado em participar terá que solicitar por escrito no Departamento de Turismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, através de cadastro próprio. Foram disponibilizados 41 espaços para dividir entre artesanato (10), culinária e orgânicos (10), alimentação (10), coleções e antiguidades (5), artes plásticas e populares (5) e apresentação artística (1).

 “O intuito é proporcionar espaços de comercialização, estimulando a atividade cultural e econômica, com geração de trabalho e renda, além de divulgar a atividade artística e artesanal de forma a oportunizar novos negócios”, justificou o secretário do Desenvolvimento Econômico, Carlos Alberto Facco.

Segundo ele, economia criativa é um setor econômico formado pelas indústrias relacionadas a produção e distribuição de bens e serviços que utilizam a criatividade e as habilidades dos indivíduos ou grupos como insumos primários. “Além de divulgar e oportunizar novos negócios, a feira também vai proporcionar a identificação de artistas e artesãos mourãoenses”, complemente Facco.

O expositor poderá comercializar somente mercadorias de produção própria e que estejam autorizadas em sua licença de funcionamento, sendo vedada a revenda de produtos de terceiros, sejam artesanais, industriais ou importados. Conforme o decreto que regulamentou a atividade, as feiras de economia criativa terão o caráter de Tradicionais (referência da cidade); comemorativas (para marcar datas ou épocas significativas); especiais (interesse da administração pública), regionais (referentes aos bairros ) e  antigüidades (colecionismo e antiquários).


Deixe um comentário