Política Todos

Beto Richa vira réu

O Juiz Federal Nivaldo Brunoni acolheu denúncia feita pelo Ministério Público feita em 2009 e tornou o ex-governador do Paraná, Beto Richa (PSDB) réu por ter aplicado verbas federais de saúde em desacordo com os planos originais em 2007, quando ainda era prefeito de Curitiba.

O valor, R$ 100 mil reais, era pra ter sido aplicado na reforma de três unidades de saúde. Entre as irregularidades apontadas na denúncia do Ministério Público, estão o saque dos recursos do convênio e sua aplicação em investimentos financeiros, valor das licitações acima do acertado com o governo federal, um parecer que apontou pela “inexecução parcial” do convênio, que sua finalidade não foi atingida e que despesas foram executadas fora do prazo combinado.

O Juiz também negou pedido da defesa de Richa para que houvesse prescrição.

Richa se defende 

O ex-governador se defendeu e, através de sua defesa, afirmou que nem deveria figurar nessa ação e que “a verdadeira autora do erro foi uma servidora pública do município de Curitiba, que, na qualidade de fiscal do convênio, logo após o recebimento dos recursos federais, em data de 06/12/2006, resgatou a totalidade desses valores em proveito próprio”.


Deixe um comentário