Campo Mourão Saúde Todos

Caminhada ecológica recolheu 310 sacos de lixo de 100 litros

A Caminhada Ecológica realizada no sábado em Campo Mourão recolheu 310 sacos de lixo de 100 litros com materiais que acumulam água dispensados irregularmente em terrenos baldios, calçadas e espaços públicos. Pelo menos 120 pessoas participaram da ação, incluindo agentes de endemias, Copel, Unimed, Secretaria de Educação, atletas de futebol americano e associações de moradores dos jardins Cidade Alta e Araucária.

A mobilização abrangeu vários bairros, tendo como pontos de referência os jardins Cidade Nova, Alvorada, Nossa Senhora Aparecida, Ipê 2, Araucária, Aeroporto, Parigot de Souza-Paulista, Isabel, Cohapar, Cidade Alta e centro. A Secretaria de Saúde forneceu repelente aos participantes.

“Fazemos essa ação todo mês e como sempre muito lixo está sendo depositado de forma irregular pela cidade. E o que chamou atenção desta vez foi o grande número de pneus, que é um dos principais criadouros do mosquito Aedes aegypti. O fato de não termos ecopontos para esse tipo de descarte, a situação agrava-se ainda mais”, avalia a coordenadora de campo do Setor de Endemias, Marinalva Ferreira da Luz.

Ela reforça a necessidade da participação da população para eliminar potenciais criadouros do mosquito. Campo Mourão está com 38 casos confirmados de dengue e vários suspeitos em análise. O Levantamento de Indice (LIRA) realizado na semana passada apontou infestação de 6,5 por cento, índice considerado alto tendo em vista que o aceitável pelo Ministério da Saúde é abaixo de um por cento.


Deixe um comentário