Educação Todos

Conselho Universitário da Unespar terá reunião on-line para debater Autonomia

O reitor da Universidade Estadual do Paraná (Unespar) agendou para esta quarta-feira (20) uma discussão sobre Autonomia Universitária com o Conselho Universitário (COU). O órgão deliberativo máximo da universidade, que tem a representação de conselheiros eleitos de todos os campi, terá reunião on-line, às 10 horas.
Segundo o reitor e presidente do COU, professor Antonio Carlos Aleixo, o debate sobre o tema junto à comunidade universitária é fundamental. “O objetivo é buscarmos um posicionamento comum quanto ao tema que está em discussão junto ao governo do Estado e também no âmbito da Apiesp [Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público]”, detalha.
A reunião será a primeira experiência on-line do COU. A medida atende ao pedido apresentado pelos próprios conselheiros e visa dinamizar os trabalhos da universidade que está, geograficamente, localizada em diferentes regiões do Estado. Na oportunidade, os participantes tratarão da questão que interfere diretamente na organização institucional e também terão a possibilidade de testar a funcionalidade da nova opção de trabalho.
Debate nos campi
Para além das discussões sobre o assunto com o COU, a reitoria orientou as direções de campus a promoverem os debates com a comunidade de suas respectivas unidades. Até o momento, os campi de Apucarana, União da Vitória, Curitiba I (Embap) e Curitiba II (FAP) já se reuniram para tratar da temática.
Conforme a orientação repassada aos campi, as reuniões devem contemplar abordagens sobre a situação das universidades estaduais no que se refere à Autonomia Universitária, apresentação dos dados financeiros e orçamentários da Unespar e depois abrir o espaço para as discussões e registros. Além disso, a reitoria tem indicado que os pró-reitores e pró-reitoras que integram a gestão superior também acompanhem os debates nos campi ao qual estão vinculados.
Pela metodologia adotada, são convocadas a participar as coordenações de curso, as chefias de divisões, os representantes dos DCEs, os coordenadores dos projetos institucionais, as coordenações de projetos de extensão e núcleos de pesquisa, bem como as coordenações locais do Centro de Educação em Direitos Humanos (CEDH). Já os docentes, estudantes e agentes universitários interessados no debate também são convidados.

Deixe um comentário