Todos

Defensor geral afirma que Defensoria Pública será mantida em Campo Mourão

 

O defensor público geral do Estado, Sérgio Parigot de Souza, disse que o município de Campo Mourão continuará contemplado pelos serviços da Defensoria Pública. O compromisso foi assumido durante audiência com uma comitiva liderada pelo prefeito Tauillo Tezelli (PPS), que esteve na sede da Defensoria em Curitiba para tratar do assunto. A preocupação das lideranças foi motivada pelo anúncio de que a única defensora pública que presta serviços em Campo Mourão será transferida para Curitiba.

Segundo Parigot de Souza, apesar da defensora Mariana Gonzaga Amorin deixar os serviços no município até o final de agosto, um novo concurso público para defensores está em andamento e deve ser concluído ainda neste ano. “Um novo defensor público será designado para Campo Mourão assim que forem chamados os aprovados no concurso”, afirmou Parigot de Souza.

Além de reivindicar a manutenção do serviço que garante assistência jurídica gratuita para famílias de baixa renda, o prefeito Tauillo Tezelli também ofereceu um terreno para instalação da sede própria da Defensoria no município. Hoje a estrutura está montada em um prédio da prefeitura na Praça Alvorada, no Lar Paraná.

A Defensoria Pública foi instalada em Campo Mourão em maio do ano passado. Além da defensora, o atendimento é prestado por uma equipe administrativa formada por quatro assessores jurídicos, uma psicóloga, uma assistente social, uma técnica, dois estagiários, além de um assistente na sala de apoio no Fórum. Os profissionais são pagos pelo Estado.


Deixe um comentário