presidentetribunal

Quando você acha que já viu de tudo, vem outra notícia que deixa você perplexo. Então veja essa. Você sabe quem é o novo secretário de educação do estado de São Paulo?

O escolhido de Alckmin (PSDB) é José Renato Nalini, que até recentemente era presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo. O desembargador Nalini ficou nacionalmente conhecido após dar uma entrevista, no mínimo, infeliz, em que defendeu o auxílio moradia para Juízes (o valor é superior a R$ 4 mil reais e não há a necessidade de comprovação do gasto com moradia).

“Aparentemente o juiz brasileiro ganha bem, mas ele tem 27% de desconto de imposto de renda, ele tem que pagar plano de saúde, ele tem que comprar terno e não dá para ir toda hora a Miami comprar terno” disse Nalini em entrevista para a televisão.

Em outro trecho, o atual secretário de educação de São Paulo defendeu o auxílio moradia para juízes dessa forma: “O auxílio moradia foi um disfarce pra aumentar um pouquinho… e até para fazer com que o Juiz fique um pouco mais animado, não tenha tanta depressão, tanta síndrome de pânico, tanto AVC e etc”.

Se Nalini for usar essa sua lógica para os professores do estado de São Paulo, estes podem até comemorar. Porque o desembargador vai se surpreender com a quantidade de professores que estão com depressão, síndrome de pânico e outras doenças relativas ao seu trabalho e a falta de valorização dele. Então, se é assim, que venha o auxílio moradia para professores com valor superior a R$ 4 mil reais.

Veja a infeliz declaração de Nalini:


Deixe um comentário