Educação Todos

Pesquisa aponta que apenas 2,4% dos jovens no Brasil querem ser professor

Uma pesquisa organizada pela OCDE – Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico revelou um número preocupante. Apenas 2,4% dos jovens brasileiros com 15 anos querem seguir a carreira de professor.

O número é ainda menor do que o verificado há 10 anos, quando apenas 7,5% tinham interesse na docência. O estudo apontou duas importantes razões para o cada vez mais baixo interesse de jovens na profissão de professor: pouco reconhecimento social e os baixos salários.

O estudo apontou um outro dado interessante. Quanto menor a escolaridade dos país, maior é a proporção dos interessados na carreira.

Boa parte dos professores no exercício de sua função desencoraja seus alunos a seguirem a profissão. Os docentes que não são valorizados e passam por nível de estresse muito grande, não indicam a sua função para os seus educandos.

O resultado é reflexo de um sistema educacional que não valoriza o professor. Os salários são baixos e as grandes pressões sociais acabam por estourar em sala de aula o que levam os professores a um desgaste grande.

Nenhuma grande proposta de alteração importante nesta estrutura é debatida. Os salários continuam defasados, as escolas com poucos recursos e sem equipamentos necessários e o número de alunos em sala (apesar da mudança demográfica) continua sendo grande.


Deixe um comentário